ILHÉUS 24H :: Porque a notícia não para. Porque a notícia não para

CASO ALINE: AMIGA DA VÍTIMA REVELA DETALHES EM ENTREVISTA IMPACTANTE

No desdobramento chocante do caso que abalou a comunidade local, Clea Aline Santos Andrade, de 38 anos, encontrou um trágico fim em sua própria residência, vítima de um crime brutal perpetrado por seu companheiro, Danilo Cruz da Silva, Agente de Trânsito (relembre aqui). Danilo, que confessou o ato hediondo, permanece sob custódia em prisão preventiva, tendo seu pedido de Habeas Corpus negado devido à gravidade do delito.

Na manhã desta segunda-feira (29), em uma entrevista reveladora concedida à Vila Nova, no programa “O Tabuleiro” da Ilhéus FM, uma das amigas próximas de Aline, identificada como Michele, trouxe à tona detalhes perturbadores sobre os desdobramentos do caso e as circunstâncias que envolveram a vida da vítima.

Michele compartilhou informações alarmantes, incluindo a batalha enfrentada pela família de Aline para reaver os pertences da vítima na residência onde o terrível crime ocorreu. Segundo Michele, a família precisou recorrer aos trâmites judiciais para garantir o acesso aos objetos pessoais de Aline, evidenciando as complexidades legais e emocionais decorrentes dessa tragédia.

Além disso, um aspecto veio à tona durante a entrevista: a questão do carro que Aline utilizava, registrado em nome da mãe da vítima por meio de um consórcio adquirido antes do casamento. Segundo Michele, a família de Danilo está se recusando a devolver o veículo, enquanto a mãe de Aline continua responsável pelo pagamento das parcelas do consórcio, acrescentando uma camada adicional de angústia e injustiça a essa história devastadora.

A revelação mais estarrecedora, no entanto, foi o histórico de violência de Danilo contra mulheres, conforme mencionado por Michele durante a entrevista. Michele ressaltou que Danilo já havia sido alvo de medidas protetivas anteriormente, em decorrência do comportamento agressivo em relação a uma ex-companheira. Ela lamentou que, infelizmente, essa informação só foi descoberta, após a tragédia que ceifou a vida de Aline.

À medida que a investigação continua e a justiça busca esclarecer os detalhes desse caso angustiante, as revelações feitas por Michele servem como um lembrete contundente das complexidades e das realidades cruéis que cercam a violência doméstica. Enquanto a comunidade se une para lamentar a perda de Aline e exigir justiça em seu nome, as palavras de Michele ecoam como um apelo à vigilância e à solidariedade em face de uma tragédia que poderia ter sido evitada.